Instituição, que é referência nacional na área, lança selo e carimbo comemorativos dos Correios em Betim e em São Paulo, além de firmar parceria com a ONG Fraternidade Sem Fronteiras

Reconhecido nacionalmente pelo atendimento transdisciplinar para pessoas com deficiência intelectual, o CENSA – Centro Especializado Nossa Senhora D’Assumpção – comemora 55 anos de atuação com uma série de ações, como o lançamento do selo e carimbo dos Correios alusivos à data. No dia 15 de agosto, data de aniversário do local, a solenidade acontece, na Fundação Getúlio Vargas (Av. Paulista, 458, Sala 23, Bela Vista, São Paulo / SP) , a partir das 16h, e no dia 31, às 9h, na sede da instituição (Rodovia Fernão Dias, Km 494 – S/N Betim – MG).

De acordo com Natália Costa, diretora do CENSA, inaugurar essa parceria com os Correios é um imenso presente para o CENSA. “Os Correios nos conferem uma das suas maiores qualidades, a capilaridade. Com esse atributo, conseguimos levar a mensagem do CENSA aos mais longínquos recantos do mundo. Nesses 55 anos, vamos comemorar espalhando a mensagem de inclusão e diversidade que norteia nossas ações. O CENSA existe para acolher, cuidar, educar e promover a pessoa com deficiência intelectual, oferecendo qualidade de vida tanto para ela quanto para sua família”, explica.

Nas comemorações do dia 31 de agosto, o CENSA Betim receberá a apresentação da banda do Exército Brasileiro, a participação da diretora executiva da ABAKY Gurusangat Kaur Khalsa e o reconhecimento e premiação de colaboradores do CENSA. Além disso, na ocasião a instituição firma uma parceria com o Projeto Cadernos Fraternos, da ONG Fraternidade Sem Fronteiras. Trata-se de uma iniciativa que incentiva a educação de crianças da África e do Brasil por meio da confecção de capas de cadernos. O objetivo é promover o acesso à educação para crianças em situação de risco e extrema pobreza. Cadernos Fraternos é um dos muitos projetos mantidos pela ONG Fraternidade sem Fronteiras e teve início em 2015 com a voluntária e também coordenadora Ana Lúcia Caetano, que estará presente nas comemorações do dia 31 no CENSA.

“A iniciativa de participar desse projeto, despertar nos educandos do CENSA sentimentos fraternos e de pertencimento social. A fraternidade operante por meio do trabalho voluntário nos possibilita encontrar com o coração do outro, principalmente no seu momento de fragilidade e ter aí a grande oportunidade de fazer diferença no mundo. Muita gente, quando pensa nas pessoas com deficiência, pensa imediatamente em alguém de falta, incapaz e logo precisa de alguma coisa. Com essa inciativa, pretendemos mostrar que o ser humano, seja qual for sua condição, sempre pode contribuir e fazer a diferença na vida de alguém. Com esse projeto, os educandos do CENSA podem conhecer outras realidades e mesmo distante, fazerem-se presentes por meio de um trabalho realizado com suas próprias mãos. Isso é lindo! Isso é inclusão”, conta Natália Costa.

“É um momento importante que queremos compartilhar e celebrar com a sociedade. Atendemos pessoas oriundas de todo território brasileiro, por isso, queremos que o Brasil esteja em festa pela visibilidade do potencial da pessoa com deficiência intelectual”, explica Natália.

Sobre o CENSA Betim

O CENSA foi fundado em 1964 pela educadora Ester Assumpção, mulher à frente de seu tempo, que trabalhou com Helena Antipoff no Instituto Pestalozzi. Dona Ester, como era carinhosamente chamada, acolhia em seu próprio lar crianças com deficiência cujas famílias não podiam fixar residência em Belo Horizonte. Assim nasceu o CENSA, de um sonho, um ideal de uma educadora, cujo desejo de cuidar e amparar crianças com deficiência e suas famílias era genuíno e se materializou em quatro instituições por ela fundadas: CENSA, APEX, Instituto Ester Assumpção e Clínica São José.

“Lembrar de Ester Assumpção é honrar nossas raízes, zelar por esse legado que recebi e sinto-me privilegiada de servir com afinco e alegria. Sou da terceira geração de gestoras de uma organização que nasceu, primeiro no coração de uma mulher magnífica, e se materializou através de muitas mãos, sendo hoje referência nacional no atendimento transdisciplinar da pessoa com deficiência intelectual na idade adulta”, pontua Natália Costa.

Natália Costa lembra que milhares de pessoas tiveram suas vidas transformadas pelo CENSA. “Nesses 55 anos, mais de dois mil alunos com deficiência intelectual já passaram por aqui, o que ajudou não só as famílias dos educandos, estimulando a inclusão e a educação, como também na formação de mão de obra especializada, já que antigamente o local abrigava o hospital Nossa Senhora D’Assumpção, que possuía residência médica na área de psiquiatria”, relembra.

Com cerca de 100 educandos atualmente, a instituição possui uma equipe de profissionais da área da saúde e educação que somam esforços para criar condições favoráveis para o desenvolvimento e a inclusão desses indivíduos. Além disso, o CENSA é um espaço de formação e parceria com escolas públicas e privadas, além de faculdades e universidades. Seus profissionais estão sempre engajados na produção científica de artigos, livros e teses e, com isso, se mantêm atualizados na busca de soluções estruturadas para pessoas com deficiência intelectual e seus familiares.

CENSA Betim

Local: Rodovia Fernão Dias, Km 494 – S/N Betim – MG

Instagram: @censabetim

Facebook: https://www.facebook.com/censabetim/

Site: www.censabetim.com.br


Leave a Reply

Your email address will not be published.

comentários